O que eu aprendi?

“Numa experiência pela qual peço perdão a mim mesma, eu estava saindo do meu mundo e entrando no mundo.”

Oii, gente!

Assim como nos outros bimestres, nós teremos que fazer alguns posts obrigatórios, e esse é um deles (a Rafa e a Sofi vão fazer um post assim também ao longo do final de semana). Para dar uma contextualizada melhor antes de começar a escrever, as perguntas que nós temos que responder nesse primeiro post são: o que você aprendeu fazendo o documentário? O seu minidocumentário e o blog traduzem o processo de aprendizado ao longo do projeto?

Acho que a primeira coisa que eu aprendi foi que (choque para todos) documentário não é aquilo que a gente vê ou não no Discovery Channel. O documentário pode ter uma carga emocional muito grande, como foi o caso de muitos dos documentários que os outros grupos fizeram (eles ainda não foram postados, mas os links de todos os blogs estão aqui), ele pode ter uma mensagem e um objetivo muito bonitos, como o nosso.

Falando um pouco mais da nossa experiência, eu aprendi que trabalhar em grupo é muito difícil, ainda mais considerando que nós fizemos o projeto durante um ano inteirinho com o mesmo grupo. Minha sorte foi que nós três nos entendemos muito bem, então, mesmo querendo se esganar de vez em quando, na maior parte do tempo tudo deu certo, até porque cada uma tinha uma coisa que gostava mais de fazer ou que fazia melhor. Eu, assim como todo o grupo, tive que aprender a me organizar, afinal, administrar documentário, blog, estudos, sono e vida social (apesar desses dois últimos terem sido deixado um pouco de lado) não é nada fácil. Além disso, tivemos que aprender a editar vídeos, o que foi realmente muuuuito difícil, porque nenhuma da nós três sabia no começo, então a irmã da Sofi teve que nos ajudar bastante no começo (Marina 💛), e aí depois de um tempo nós já conseguíamos editar bem direitinho!

Saindo dessas questões um pouco mais práticas e falando do nosso tema, eu acho que eu, a Rafa e a Sofi aprendemos muita coisa. Eu aprendi a reparar. A passar pela rua e não só ver as coisas, mas percebê-las, parar para olhar. Nós conhecemos pessoas incríveis que eu nunca teria pensado que iria conhecer e que tinham projetos incríveis. Mais do que isso, eu passei a me conhecer muito melhor. Eu sou mega perdida com essas coisas de saber sobre mim, sobre o que eu gosto e sobre o que eu quero fazer da minha vida em um futuro próximo, mas depois desse processo todo eu descobri que eu sou muito mais apaixonada por poesia do que eu pensava, o que, sinceramente, pra mim foi muito positivo. Não sei dizer se foi uma coisa que eu aprendi diretamente com o documentário, mas como esse ano tudo esteve bastante ligado a ele, eu aprendi a lidar um pouquinho melhor comigo mesma. O que eu quero dizer com isso? Nem eu sei explicar direito, mas no meio de tantas e tantas crises que eu tive esse ano, o projeto me ajudou tanto…

Na minha opinião, tanto o blog quanto o documentário traduzem pouco o nosso aprendizado. O processo inteiro foi muito mais rico do que o que nós jamais poderíamos expressar por completo.

O minidoc traz um recorte muito pequeno, afinal, ele só tem 10 minutos, o que pode parecer muito, mas acredite, quando você tem mais de 4 horas de entrevistas, não é nada. Para mim, o processo se refere a tudo que nós conhecemos e vivemos como consequência do projeto, indo muito além só do aprendizado sobre nosso tema, que é do que o documentário fala.

Ainda que ambos mostrem uma parte muito restrita do nosso aprendizado, o blog faz isso um pouquinho melhor. Eu me apaixonei por escrever aqui, então tudo que eu compartilhei (crises, reflexões e por aí vai) reflete tanto o tema quanto outros fragmentos daquilo que eu aprendi, sendo um reflexo do que eu vivi e me tornei ao longo desse ano. A diferença entre os primeiros posts e os de agora é gritante, não tem como discordar disso!

Espero que eu tenha conseguido transmitir um pouquinho desse aprendizado para vocês! 💛

Mil beijos,

Analu

Anúncios

2 comentários sobre “O que eu aprendi?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s