Arrependimentos (?)

Oii, gente!

Como já dissemos várias vezes, estamos fazendo alguns posts obrigatórios e esse é um deles, só que dessa vez ele é coletivo, ou seja, nós três estamos escrevendo. Nesse post nós temos que responder a seguinte pergunta: hoje, depois de ter terminado o vídeo, o que o grupo teria feito diferente no seu processo de trabalho?

A primeira coisa que veio na cabeça foi cortar os vídeos antes dos áudios. Nós cometemos esse erro e, de verdade, foi horrível. Depois de cortar todos os vídeos nós tivemos que achar e cortar cada áudio correspondente e, além de todo esse trabalho, no final era muito difícil de sincronizar as duas coisas. Até porque, com todo o nosso perfeccionismo e a aflição de esmagar 4 horas em 10 minutos, a gente acabou cortando todos os suspiros e momentos de “é…”s nas falas dos nossos entrevistados. Imaginem o quão pequenos ficaram esses vídeos e como foi, de fato, impossível cortar os áudios tão pequeninos e, como dissemos, sincronizar esses pedaços. O vídeo ficou meio Frankenstein (mas lindo <3).

Acho que, além disso, um arrependimento é não termos nos envolvido de primeira com o blog. Claro, postamos bastante coisa desde sempre, mas, no começo, eram sempre fotos ou poemas, sozinhos e desconexos. Agora, sabemos utilizar melhor esses elementos para propor reflexões (os nossos posts mega filosóficos, ou não, estão aqui), envolver nossos leitores mais no nosso tema e usar esse blog como um terapeuta que não responde, recheado de desabafos dos mais diversos tópicos.

Pessoalmente (em três), amamos nosso tema e o produto final de nosso minidoc. Acho que, se pudéssemos, teríamos mais incontáveis minutos de vídeo e entrevistaríamos mais inúmeras pessoas, as quais nos deparamos ao longo do processo e que fizeram esse trabalho mais lindo e mais recheado de amor, mas, infelizmente isso não foi possível. Nós até pensamos algumas vezes em fazer uma versão estendida, mas a vida tem estado uma loucura (cenas do próximo post-desabafo), então o tempo está curto. Mas a ideia não sumiu. Quem sabe um dia, né? Não podemos deixar de sonhar…

Escrevendo esse post o sentimento que tivemos foi de que talvez esse ano pudesse ter sido melhor aproveitado. Talvez possa ser coisa da nossa cabeça (bem possível), ou talvez não seja possível aproveitar nada por completo em momento algum, por mais envolvidas e empolgadas com o projeto que nós estivéssemos… sempre daria para aproveitar um pouquinho mais, não é? Talvez esses medos sejam por causa do terceiro ano chegando, final de escola, vestibular… aí esse tipo de crise vai se acentuando e acho que não tem nada que nós possamos fazer. Não conseguimos concluir se isso seria realmente um arrependimento, parece mais uma incerteza enorme que engloba um pouquinho de tudo e que surgiu, agora, nesse momento de reflexão. E, no final, o importante é pensar em tudo que aproveitamos mesmo, e não esses 0,1% que deixamos passar. É isso que nos marca, é isso que fica.

De resto, foi tudo muito tranquilo: o grupo funcionou bem, não deixamos nada para a última hora, amamos o nosso tema com todo o coração, conhecemos pessoas incríveis, vivemos experiências profundamente amadurecedoras, conseguimos fazer disso um projeto muito além do acadêmico… E a lista continua. Tirando nossos problemas técnicos e crises com a edição e a vontade de fazer mais, estamos muito contentes com o produto final desse projeto. Mas isso deve ser algo perceptível em cada post e cada etapa disso tudo ❤

PS: o ano está acabando e, por consequência, o projeto também. Mas esse blog virou um refúgio tão grande para todos os momentos que é muito provável que vocês nos vejam aqui ano que vem! Cada vez com mais crises existenciais e mais saudades dessas tarefas tão gostosas desse projeto.

Com muito carinho,

Analu, Rafa e Sofi

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s