Tapete Voador

Mais uma vez viemos falar sobre um projeto de intervenção incrível que conhecemos! Já mencionamos ele nesse post de Dicas de páginas no Instagram (se você não viu, dá uma olhadinha lá)

11229969_472551172907818_3806718948821326926_n
“viver é ficar exposto” (página do facebook do projeto)

Trata-se de um projeto chamado Tapete Voador, em que são colados vários “tapetes” com inscrições poéticas no chão das ruas. Ele foi criado pelos gaúchos Caio, Fernanda e Nadia, que moram em Porto Alegre. Fernanda é diretora de arte e design, o Caio é roteirista, diretor de cena e como a Nadia, todos trabalham com publicidade. Além disso, eles nos disseram que são ligados emocionalmente à arte e à poesia. Para eles, os tapetes são sua forma de voar, de fazer o que acreditam e de compartilhar isso.

“A ideia inicial foi do Caio, inspirado nas palavras escritas em amarelo no chão dos bancos nos sugerindo aguarde“, disseram os criadores, “o primeiro Tapete Voador que surgiu dizia: ‘olhando aqui debaixo, você faz parte do céu’. A ideia é que a calçada esteja falando com a pessoa, esse diálogo com a calçada, com o caminho”.

10420335_451693301660272_8224744341090777496_n
(da página do facebook)

Eles escolheram colar no chão “para que as pessoas que andam de cabeça baixa possam ler e interromper a sequência de pensamentos rotineiros. Que sintam-se queridos e convidados a repensar os caminhos, trajetos, destinos. Pensamos em criar espaços para o diálogo entre as pessoas e as ruas por onde passam”.

A intenção é “poder interferir positivamente na vida de alguém, mesmo que seja somente por um segundo”. Eles se inspiram na alegria de viver, buscando provocar uma sensação boa em quem o encontra. Isso faz com que as pessoas se sintam homenageadas, fotografando e compartilhando.

11096641_442469259249343_4087889073290881234_n
“vou botar você numa moldura e olhar pra sempre” (da página do facebook)

Achamos que o que nos atraiu para tal projeto foi o fato de as frases serem coladas no chão. Entre todas as intervenções urbanas que vimos nos últimos meses (e olha que foram muitas), essa é a única que encontramos que faz isso. O que estamos questionando com esse trabalho é justamente a falta de olhar ao nosso entorno e a nossa cidade e, incontáveis vezes, isso acontece por estarmos simplesmente olhando para o chão ao caminhar. É incrível que eles tenham captado isso de uma forma tão bonita, tornando a intervenção disponível até para aqueles que não querem, ou esquecem, de olhar. Esse é mais um, dentro de uma variedade incontável de exemplos, dos projetos que fazem todo esse trabalho valer a pena e que concretizam tudo aquilo que queremos mostrar. ❤

Informações: instagram, facebook