Ninho de livros

Oi, gente!

Bom, fiquei muuuuito tempo sem postar nada por dois motivos: (1) bloqueio criativo imenso e (2) setembro não foi o mês mais fácil e agradável.

Enfim, estava eu na eletiva de geografia e o nosso professor disse que um dos nossos trabalhos do bimestre seria propor alguma coisa que pudesse mudar São Paulo, solucionando (ou pelo menos ajudando) algum problema que a cidade tivesse.

Não preciso nem falar que a primeira coisa que veio na cabeça foi intervenção urbana, né?

IMG_0231
(http://www.intrinseca.com.br/blog/2015/07/intrinseca-apoia-o-projeto-ninho-de-livro/)

Ainda não definimos muito bem o que nós vamos fazer, mas começamos algumas pesquisas e uma das integrantes do grupo, a Marina (desse blog), lembrou de uma intervenção que ela tinha visto há algum tempo e é a coisa mais bonitinha desse mundo.

“Parece uma daquelas casinhas de passarinho, mas é um ninho de livros que abre uma portinha de literatura para fazer a palavra voar”

O projeto é do Rio de Janeiro e chama Ninho de Livros. Ele tem como conceito “um espaço para que seus livros possam voltar a voar por aí”. Basicamente é um incentivo à troca de livros em espaços públicos. Desde janeiro desse ano foram colocadas casas de passarinho (super fofas) em lugares de grande circulação, aí as pessoas podem pegar um livro e doar outro.

IMG_0230
(http://vejario.abril.com.br/materia/gente/renata-tasca-e-a-criadora-do-ninho-de-livro/)

Em uma entrevista com o Catraca Livre, Renata Tasca, publicitária que coordena o projeto, afirmou: “A ideia foi inspirada em um projeto que conheci durante uma viagem de férias à França. Me deparei com uma caixa presa na janela de uma casa onde as pessoas poderiam deixar livros que não quisessem mais. Achei democrático e genial, já que muitas vezes não sabemos o que fazer com livros velhos”.

O projeto tem dado tão certo que em alguns ninhos já não tem mais espaço para os livros, fazendo com que as pessoas tenham que deixar as obras espalhadas ali por perto.

Para quem quiser saber mais, aqui tem a página do facebook.

Eu, particularmente, me apaixonei por esse projeto, e acho que esse incentivo é super importante para qualquer cidade. Inclusive, eu espero que logo ele venha para São Paulo!

Beijos,

Analu

Anúncios